• Mensurar Júnior

O Uso do SIG no Cotidiano

Sistemas de Informação Geográfica, comumente conhecido pela sigla SIG, são um conjunto de procedimentos automatizados a fim de capturar, armazenar, analisar, manipular e imprimir dados georreferenciados ou espaciais.

A utilização de um SIG amplia os ganhos se comparado aos métodos tradicionais de análise espacial. A abundância de dados geoespaciais e sua rápida interpretação proporcionada pelos sistemas SIG possibilitam uma maior eficiência no que diz respeito a alocação de recursos. Isto ocorre, pois, as ferramentas SIG contam com algoritmos específicos que possibilitam a combinação de diversas bases de dados facilitando e tornando mais assertivo o processo de tomada de decisão.

As análises espaciais obtidas através de um ambiente SIG buscam fornecer respostas sobre os fenômenos que ocorrem sobre a superfície terrestre nas mais diversas escalas. Possibilitam o reconhecimento de padrões, condições de ocorrência e até mesmo a simulação de diferentes situações futuras através da modelagem dos fenômenos e análises de tendências. Alguns contextos de aplicações cotidianas dos Sistemas de Informação Geográfica serão tratados abaixo.


· Controle do Uso e Ocupação do solo



A utilização do solo no Brasil é bastante comentada nos tempos atuais. Seja no ambiente urbano ou rural, ocupações irregulares podem contribuir para tragédias humanitárias e ambientais. Em uma atualidade onde a responsabilidade com o uso e ocupação do solo está afetada, é possível destacar duas aplicações dos SIG neste contexto: contaminação de águas subterrâneas e suscetibilidade à inundações em ambientes urbanos.

É claro que os reservatórios subterrâneos tem grande importância no espaço brasileiro. O uso e ocupação do solo, seja para moradia, atividades industriais ou agricultura muitas vezes oferece ricos em relação a contaminação dessas águas.

Em ambientes urbanos saturados, frequentemente ocorre

a ocupação irregular das áreas

próximas aos rios. Além disso a estrutura de drenagem das grandes cidades muitas vezes mostra-se ineficiente. Estes fatores corroboram para tragédias ambientais e humanitárias causadas por alagamentos.

Em ambos os casos, um SIG proporciona o cruzamento de dados espaciais para a análise de risco. Desta forma, é possível gerar propostas de intervenção mais efetivas uma vez que se pode identificar as regiões mais afetadas.


· Otimização de rotas

É de escala global a necessidade das pessoas de uma ambulância ou de uma unidade policial para uma situação emergencial. Nos dias de hoje a entrega eficiente de mercadorias também é um grande desafio. Nos grandes centros urbanos é necessária uma gestão eficiente das rotas realizadas para garantir um atendimento mais efetivo. A tecnologia GPS integrada aos veículos possibilitou seu mapeamento e através de sua localização os sistemas SIG podem sugerir rotas otimizadas. Dessa forma, esta tecnologia permitiu que os centros de distribuição e operações visualizem em tempo real a localização dos veículos permitindo um atendimento e solução do problema mais rapidamente.


Visando que a explicação tornou mais fácil a compreensão do SIG, fica claro que este software incrementa e continuará ampliando suas capacidades no cotidiano das pessoas.

Ficou com alguma dúvida e ainda não sabe se é o melhor para você, preencha o formulário abaixo e converse diretamente com um profissional da área.


Redator: João Victor – Diretor Administrativo-Financeiro

Revisão – Setor de Projetos

Curtiu o conteúdo? Comente, curta e compartilhe!

47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo