top of page
  • Mensurar Júnior

Fotogrametria aplicada a patrimônio histórico


O incêndio ocorrido no Museu Nacional evidenciou problemas na gestão do patrimônio histórico no Brasil. Assim, o uso da fotogrametria na documentação e divulgação do patrimônio edificado vem se consolidando cada vez mais nesse campo de atuação, tendo sido popularizada devido à facilidade de uso: basta um celular para tomada de fotografias e um dos softwares livres para a produção e renderização dos modelos 3D.


Sabemos que a História é a construção social de um povo, e nela onde temos a consciência de tudo que veio antes de nós. Por isso, o patrimônio histórico é a cultura e herança de um povo. Através dele, podemos conhecer tudo por trás da nossa história. Então, preservar e valorizar os elementos culturais de um povo é manter viva a identidade e cultura de uma nação.


Dessa forma, precisamos pensar em alternativas que sejam viáveis para a preservação do patrimônio histórico. Nesse sentido, a utilização da fotogrametria e do geoprocessamento serão essenciais para a execução de projetos envolvendo patrimônios culturais.


A fotogrametria é a ciência que estuda a aquisição de medidas através de uma fotografia digital. Um dos seus principais produtos é a geração da modelagem 3D que consiste no processo de criação de modelos digitais em três dimensões. Com essa tecnologia, a documentação de edificações históricas será fundamental para uma atividade de preservação, manutenção e restauração e a fotogrametria aliada a estes serviços servirá como principal ferramenta de diagnóstico.



Como a fotogrametria irá nos ajudar?


Todas as imagens adquiridas serão tratadas como documentos Legais referente a época da aquisição e o estado de conservação do lugar. Uma das vantagens está na rapidez em que os dados são coletados e a possibilidade de obtenção das medidas de forma remota, sem a necessidade de tocar o objeto.


A fotogrametria é uma tecnologia nova e de fácil acesso, qualquer pessoa com uma câmera de telefone e acesso a um software de fotogrametria. Porém produzir um modelo 3D com alta resolução que capte com precisão a geometria e os detalhes de um lugar, é necessário um alto nível no processamento de dados. Em geral, quanto melhor o sensor da câmera e a capacidade de resolução das lentes melhores serão os dados levantados.


Essa técnica consiste em adquirir um planejamento das atividades em campo e o levantamento fotogramétrico que resultará em uma grande quantidade de imagens sobrepostas em diferentes ângulos. Dentro destas imagens são criadas uma nuvem de pontos que serão referenciadas dentro de um sistema de referência criado por um programa (o mais utilizado Agisoft Photoscan) e posteriormente será aplicada a textura das imagens. São utilizados programas de tratamento das imagens e plataformas de Desenho Auxiliado por Computador (CAD).



Conclusão


O cadastro de um bem cultural tem como finalidade conservar a imagem e a história deste, visando a sua preservação. E hoje, tudo isso pode ser possível pela preservação do patrimônio virtual oriundo da reconstrução 3D. Todo este processo de virtual de atribuir valor para um patrimônio serve para resguardar uma memória de um bem perdido criando novas.


Um grande exemplo que temos foi o incêndio ocorrido no Museu Nacional que evidenciou a falta de zelo e segurança dos patrimônios históricos. O Museu é uma prova viva da conexão entre passado e futuro, porque olhar o passado é reconhecer o que foi feito para melhorar e aprimorar ideias futuras. A maior parte do acervo, de cerca de 20 milhões de itens, foi totalmente destruída e até hoje não conseguimos recuperar todo o acervo, talvez se tivesse uma base de dados virtual aliadas a fotogrametria e a facilidade de acesso a plataformas de aquisição de drones, o processamento de imagens se tornaria uma ferramenta acessível para trabalhos nesse sentido e futuras reconstruções.



Redatora: Larissa Santos

Revisão: Setor de Projetos



Referências Bibliográficas


Bruno José, publicado 13 de Dezembro de 2018, Fotogrametria e Arquitetura, drones na documentação do patrimônio histórico, link:https://www.linkedin.com/pulse/fotogrametria-e-arquitetura-drones-na-documentação-do-bruno-josé


MARINA RUSSELL BRANDÃO CAVALCANTI, publicado 2019, PATRIMÔNIO VIRTUAL: A RECONSTRUÇÃO EM 3D E A PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL, link: http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/Dissertação%20-%20Marina%20Russell%2003-08-2020.pdf

Daniel Silveira, G1 Rio, 04/04/2019 - 10h55,


UNIFESSPA, Publicado: Segunda, 05 de Novembro de 2018, 15h31 Última atualização em Sábado, 10 de Novembro de 2018, 05h10 Acessos: 9007.

57 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page