• Mensurar Júnior

A evolução dos drones

Você sabia que Drone é um termo informal para aeronaves de pequeno porte e não tripuladas? Formalmente o drone é conhecido como RPA (Remotely Piloted Aircraft).

A primeira vez que os RPA’S foram mencionados, segundo GARCIA (2020), foi em 1900 eles foram usados como alvos para treinamento militar nos EUA. Tendo em seguida a sua participação em conflitos armados e operações militares com o avanço da tecnologia.

Na Primeira Guerra Mundial, de acordo com GARCIA (2020), os EUA desenvolveram o RPA chamado “Kettering Bug”. O projeto decolava por meios próprios sem interferência de um piloto dentro da aeronave, e uma vez no ar, o nivelamento era mantido por um giroscópio que controlava a altitude com base nas leituras de um barômetro analógico. Calculava-se o número de voltas que a hélice deveria completar para atingir o alvo, e após as voltas necessárias, as asas dobravam-se e o RPA mergulhava em direção ao solo.


Os RPA’S se tornaram a principal arma para combater o terrorismo, através da vigilância dos territórios atacando alvos estratégicos e neutralizando o inimigo (James, 2018)



Nos anos 2000, as aeronaves remotamente pilotadas começaram a serem operadas por civis, desde então vem sendo utilizado em várias funções como, operação de busca e resgate, vigilância de fronteiras, mapeamento, evolução de culturas agrícolas e vegetação, topografia, fotogrametria, navegação, entre outras atividades.

O que nos traz a observação de que as aeronaves remotamente pilotadas estão se tornando cada vez mais sofisticadas, no que diz respeito as suas habilidades e funcionalidades. Um exemplo é que hoje é possível encontrar drones com RTk 10 embarcados, possibilitando a correção dos dados coletados pelo GPS em tempo real durante o voo. Um drone de levantamento com alta precisão combinando navegação e posicionamento com nível de centímetro a um sistema imagético de alta performance, que pode reduzir significativamente dificuldade operacionais e os custos.

Novas ferramentas do software também vêm sendo modernizadas, tornando possível transformar dados capturados pelo RPA em modelo 3D digitais detalhados e em mapas, facilitando as análises, como também auxilia nas tomadas de decisão. Permitindo que empresas e organizações utilizem a tecnologia de drones para capturar, visualizar e analisar imagens aéreas em uma ampla área de aplicação.


Redatora: Beatriz Albernaz

Revisão: Setor de Projetos


Referência:

VITTI Dalava, et al. Acurácia horizontal do mapeamento de um trecho da área de concessão da UHE de Bariri, SP com imagens de alta resolução coletadas com RPAS. Anais do XVIII Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto -SBSR, 2017. Disponível em: http://marte2.sid.inpe.br/col/sid.inpe.br/marte2/2017/10.27.12.39.14/doc/59448.pdf.


GARCIA,Romário Vargas.Sistema de Aeronave Remotamente Pilotada para Distrituição de Cápsulas de Inimigos Naturais.Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro,2020.


DJI. Sala de Imprensa Notícias.DJI lança o DJI Terra para capturar, visualizar e analisar dados de drones.Disponível em: https://www.dji.com/br/newsroom/news/dji-terra-para-analisardados-de-drones.


MundoGeo.DJI lança o drone para mapeamento preciso Phantom 4RTK. Disponível em: https://mundogeo.com/2018/10/18/dji-lanca-o-drone-para-mapeamento-phantom-4-rtk/.


https://www.nationalmuseum.af.mil/Visit/Museum-Exhibits/Fact-Sheets/Display/Article/198095/kettering-aerial-torpedo-bug/

174 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo